Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por: Ludimila Ramos

Na manhã desta quinta-feira (10), foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juiz da Vara Criminal da Comarca de Poços de Caldas. Os Policiais realizaram fiscalizações em dois locais do município: um foi em uma empresa que fica na Rua da Saudade, mas aparentemente o local está desativado. Depois os Policias seguiram para o bairro Bortolan onde foi feita uma grande apreensão de documentos e notas fiscais.

Os funcionários da empresa do setor farmacêutico foram surpreendidos por Policiais Civis com mandados de busca e apreensão. A empresa com matriz fica em Rio Claro com filiais em Poços e Betim criaram um esquema para simular operações comerciais entre os estabelecimentos para dificultar as fiscalizações. A sonegação fiscal chega no valor de 20 milhões de Reais. Há vários meses que as empresas estão sendo investigadas pelo Ministério Público.

As ações aconteceram simultaneamente em Poços, Betim (MG) e Rio Claro interior de São Paulo. Os estabelecimentos tem como sócios/proprietários membros de uma mesma família, e criaram um esquema para simular operações comerciais entre as empresas e dificultar a fiscalização. A empresa usava notas paralelas e aproveitamento de um mesmo documento fiscal para acobertar diversas saídas de mercadorias, além de enquadramento tributário indevido de empresas como distribuidora hospitalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here